Maurício de Sousa mostra que inovação não tem prazo de validade

Tempo de leitura: 3 minutos

O primeiro dia da CCXP Tour Nordeste trouxe uma figura central que empolgou o público com seu carisma, inteligência e bom humor. Maurício de Sousa foi homenageado no evento por sua longa e bem sucedida carreira no mundo dos quadrinhos. São 56 anos de profissão, 400 personagens criados e mais de 1 bilhão de revistas publicadas no mundo todo. 

“Quem começou a ler com a ajuda da Turma da Mônica?”, perguntou o quadrinista à uma platéia calorosa, que clamavam, frequentemente, a presença do artista. Ali, ficou claro que o projeto de Maurício é atemporal, atravessa os acordos de idade. Era clara a empolgação infantil de jovens adultos, envolvidos em um marketing de nostalgia bem amarrado.

A equipe da Mauricio de Sousa Produções (MSP) foi zelosa ao atrelar Mônica e sua trupe ao evento. Episódios curtos da Mônica Toy com a temática de super heróis soou como um carinho cuidadoso para os fãs.

Falando em “Mônica Toy”, um projeto que dispensa falas e legendas, usa apenas ação e sonoplastia, mostrou ser um dos produtos de maior alcance da marca. De acordo com dados divulgados pelo gerente comercial da MSP, Marcos Sousa, o alcance do projeto é global. “O canal do ‘Mônica Toy’ tem cerca de 240 milhões de visualizações por mês. Depois do Brasil, Rússia, Estados Unidos e México são os maiores consumidores do produto. Metade da nossa audiência já é internacional”, revelou. O projeto deve ganhar spin-offs estratégicos com personagens menos centrais, aumentando a cartela do produto.

Dentre as novidades, Maurício apresentou o projeto “Bairro do Limoeiro”, uma celebração que resgata os traços originais dos anos 70 do criador da marca. Novamente o marketing de nostalgia atuando e provocando a euforia dos fãs. O projeto, que estreia em 2018 no canal Cartoon Network, tem a pretensão de revisitar as memórias de Sousa em um universo onde tudo pode acontecer.

Além disso, foi anunciada uma nova temporada da “Turma da Mônica Clássica”, com 26 episódios que também serão exibidos no Cartoon. “O desenho clássico da Mônica foi o mais assistido na TV em 2017, em um momento em que a programação da TV aberta exclui totalmente à infância”, constatou Maurício sobre a falta de conteúdo infantil nas emissoras abertas.

E as novidades não acabam: dois novos filmes (longas) devem ganhar as telonas em breve. “Turma da Mônica Jovem”, já em produção, é um projeto ousado que aposta na transmídia para envolver os fãs da marca. Já é possível conferir alguns previews e acompanhar o canal de Ramona, personagem central da trama, através do YouTube. Além disso, haverá, em breve, o lançamento de uma plataforma multidirecional, onde os fãs poderão criar e compartilhar seu próprio conteúdo sobre o Universo Mônica. O outro filme – e talvez o mais aguardado – é “Laços”, uma adaptação de uma das revistas mais aclamadas pelo público. A produção promete emocionar e projetar a infância de todas as gerações que cresceram sob influência de uma dentuça brava, mas cheia de amor.

No final, aplaudido de pé, Maurício agradeceu o carinho do público e provou que ainda tem muito fôlego para apostar, inovar e consolidar o seu império, que já é responsável por mais de 80% do mercado infanto-juvenil. A clareza, integração e ambição da MSP mostra que a criatividade não tem fim quando anda ao lado do empreendedorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *